segunda-feira, julho 13, 2009

Cangote

Fiz minha casa no teu cangote
Não há neste mundo quem me bote
Pra sair daqui
(uh uh uh)

Te pego sorrindo num pensamento
Faz graça de onde fiz meu achego, meu alento
E nem ligo
Como pode, no silêncio, tudo se explicar?!
Vagarosa, me espreguiço
E o que sinto, feito bocejo, vai pegar

Fiz minha casa no teu cangote
Não há neste mundo quem me bote
Pra sair daqui
(uh uh uh)

(Céu)



Etiquetas:

2 Comments:

Blogger Patricia said...

Aqui está uma voz que ando para "investigar" há bastante tempo.

Obrigado pela amostra :)

***

12:14 da manhã  
Blogger Nuno Guronsan said...

Pois eu, que a desconhecia, estou completamente "de quatro". Está a rodar insistentemente por aqui, como se diz no éter. Muito bom, mesmo muito bom.

Mais "amostras" por aqui:
http://musicasocial.blogspot.com/2009/07/ceu-vagarosa-2009.html

Beijos.

10:59 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home