sexta-feira, setembro 25, 2009

Relator


When I met you,
I didn't know what to do.
I was tired,
I was hungry,
I fight.
Now I'm away,
I write home
everyday and I see
you on the TV at night.

You can see that
life's for us to
talk about.
You can leave
whenever you want out. Whoa.
You don't relate to me,
no girl,
you don't respect me,
no girl,
no girl. Oh yeah.

When I met you,
I didn't know what to do,
but I noticed that I
didn't really feel.
Now you're away,
you write home everyday.
I don't beg,
I don't borrow,
I steal.

You don't think that
life's for us to
talk about.
You can leave
whenever you want out,
you want out.
Well, you don't relate to me,
no girl.
You don't respect me,
no girl.
(you can leave when
ever you want out)
And you don't relate to me,
no girl.
And you don't respect me,
no girl.
(You can leave
whenever you want out)
No you don't relate to me,
no girl.
And you don't respect me,
no girl.
No girl. Yeah.

(Pete Yorn & Scarlet Johansson)

Etiquetas: ,

3 Comments:

Blogger Nuno Guronsan said...

Primeiro, gosto muito do Pete Yorn. E da Scarlett também. (bom, é um bocadinho mais que gostar, mas enfim, não divaguemos:-))

E esta música fica, de facto, no ouvido.

Mas as semelhanças com o projecto She & Him são demasiadas e, até ver, não com a mesma qualidade, na minha opinião.

Mas a música é realmente engraçada.

No entanto, acho que, para a despedida de uma colega de Canções que me acompanhou durante tanto tempo e sempre com muito bom gosto (e que me deu inclusive a conhecer muita boa música que desconhecia), dizia eu que acho que devias pôr uma última Canção que tivesse muito a ver contigo.

Uma sugestão, Tori?

Beijos grandes, enormes, já com saudades dos teus posts.

10:06 da tarde  
Blogger Patricia said...

Também gosto do Pete, assim como da Scarlett (apesar de não ser grande fã do seu primeiro esforço musical).

E como dizes, esta música fica de facto no ouvido, e o vídeo na retina. Belas fotos se tiravam dali.

Quanto à Tori, é de facto grande parte dos meus dias, mas igualmente foram todas as músicas que aqui partilhei. E quando disse que era a última, era mesmo a última. E essa sugestão faz com seja difícil partir :)

Por isso por aqui me fico. Pelo menos com a partilha pública. Quanto à privada é só pedir.

***

12:08 da manhã  
Blogger Nuno Guronsan said...

Não era minha intenção tornar a tua partida difícil.

Assim, beijos já com saudade. Saudade da partilha pública, só isso, minha querida amiga.

12:48 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home